Por que mudar é tão difícil?

Jesus disse uma vez que é mais fácil um camelo passar por um buraco de agulha do que um rico entrar nos céus. Numa outra passagem, sugeriu a um homem em busca da salvação que largasse tudo o que tinha e passasse a lhe seguir.

Jesus Cristo condenava a riqueza e isso não é novidade para ninguém. Mas não será que havia algo a mais na riqueza para Cristo querer o seu fim? O que havia de tão terrível nessa tentação do passageiro?

A riqueza é passageira porque ela é antes de tudo algo do terreno. E sobre a terra, todos sabemos que ela só se tornou nossa morada porque fomos expulsos do Paraíso. No Paraíso, tudo possui feições celestes e se há algo em que lá ocorra para nunca mais voltar a ocorrer, isso somente pode ser respondido por Aquele que É o que É, isto é, Deus.

Eis aqui uma pista para melhor entendermos a revolta de Cristo, que foi a sua grande sacada: a riqueza nunca está só de passagem. Toda vez que encontramos um rico encontramos alguém que não bastando pôr-se ao chão, fez questão de rolar e, por fim, se enterrar.

Qual mudança cabe aqui? Fica claro que não é lá muito fácil alguém desenterrar-se, não? Ou por acaso alguém já ouviu falar de algum morto que dascavou sua própria cova? Na contemporaneidade, mamando nos seios da sociedade de mercado, temos como nutriente único e essencial nosso próprio plano funerário. Todos queremos e podemos ficar ricos.

Isaias Bispo de Miranda – 27 de setembro de 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s