O corno não-berrante

1

Mais vale um pássaro na mão que dois num ménage com sua esposa.

2

Há cornos com chifres e cornos sem chifres. A diferença é que enquanto uns usam dos chifres para ajudar a carregar o fardo da corneagem outros tiveram de vende-los para pagar o divórcio.

3

O corno não mora ao lado. E mesmo que morasse, jamais teria a grama mais verde que a nossa. O corno, na verdade, gosta é do terraço! Além disso, novo ou velho, forte ou fraco, sua aparência não costuma sair do marrom, não…

4

Há quem deite a cabeça no travesseiro e não consiga dormir. Há quem deite a cabeça no travesseiro e durma sem maiores problemas. E há até quem nem precise deitar para poder dormir: o corno. Efeito de remédio? A esposa do corno diz que é a poluição.

5

Conversa entre neto e avô:

– Vovô, por que mamãe não parece o vovô?

– É porque mamãe puxou a vovó.

Conversa entre sobrinho e tio:

– Titio, por que Carlinhos não parece o titio?

– É porque titia puxou a vovó.

Conversa entre filho e pai:

– Papai, por que eu não pareço o papai?

– É porque mamãe puxou a vovó.

Conversa entre o filho tornado pai e seu filho:

– Papai, por que eu pareço o papai?

– É porque papai puxou o gatilho.

Isaias Bispo de Miranda – 17 de maio de 2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s