A matraca e o silêncio

Escutando uma conversa entre quatro homens recordei-me de uma faceta curiosa da minha infância: eu não gostava de falar. Os três economistas e o publicitário, todavia, adoravam. Não só porque eram tagarelas, mas também porque como disse um deles “meu gosto pelas letras veio antes do meu gosto pelas músicas”. Mas eu, como vocês já…

Pondé, o trágico

Luiz Felipe Pondé se diz trágico. Quando lhe perguntam por que, ele diz algo como ”porque o homem é mal”. Como prova disso, vez ou outra apresenta algo de filosofia. Chama Schopenhauer, Nietzsche e Cioran para uma empreitada que eles jamais aceitariam. Quer filosofar, mas falha. Talvez Pondé saiba disso. Talvez sua incompetência para com…

Pondé, o doente

Pondé está doente. Veja quais são os sintomas que vêm lhe devorando.

Hannah Arendt e nós – comentários culturais a partir da filósofa

Karl Marx foi o autor da famosa frase que diz que a história se repete, primeiro como tragédia e segundo como farsa. No caso que trataremos a seguir, a história também se repetirá. Mas ao contrário da Grande História, que era o objeto de Marx na frase, veremos a repetição de uma história de guerra que, se na sua primeira vez se deu como farsa (a fabricação mentirosa de uma guerra), a segunda se dará como tragédia.

Eu entre estes e aqueles

O Brasil é o terrível país em que a luta de classes é percebida mais pela briga entre o trabalhador informal e o mendigo na fila do albergue do que pela desfaçatez com que a desigualdade entre ricos e pobres vem se aprofundando.